Browse Source

Finish corrections for 21th paragraph

Patrick Hervieux 3 years ago
parent
commit
3dc72e250b
1 changed files with 33 additions and 34 deletions
  1. 33 34
      portugues.txt

+ 33 - 34
portugues.txt

@@ -664,25 +664,22 @@ Assim o queria a direção, aprovada pelo pessoal.
 
 
 Um contador de histórias no hospital
-Como ele formou seu sucessor,
+Como ele treinou seu sucessor,
 «um jovem que era inteligente de mais para manejar somente uma vassoura.»,
 Florian não recomeçou o serviço na oficina ortopédica, ele ocupou-se da manutenção.
-Mas ele é daqui a pouco operado herniá,
+Mas, em seguinda, ele foi operado de uma hérnia,
 depois de uma segunda hérnia,
 e o médico o proibiu de subir sobre escadas e carregar cargas.
 Então, o que ele fazia de tempos em tempos tornou-se sua atividade principal:
 ele contava as histórias para as crianças,
 e esse avô virou o raio de sol diário dos pequenos deficientes.
-Agente os reúne na infirmaria e
+A equipe os reuniam na enfermaria e,
 desde que ele chegava, ecoavam os «papai Noel! papai Noel!»
-A maior parte são la por estadias longos,
-talvez depois um acidente
-ou em razão duma malformação,
-
-ou de uma paralisia.
-Quando Florian faz a turnê dos quartos,
-todos os visagem iluminam-se e só tem os infelizes hidrocefalias,
-com as cabeças pesada de mais para se voltarem à sua passagem, que não se alegravam visivelmente com sua presença.
+A maior parte estava lá por longas estadias, às vezes,
+depois um acidente, ou em razão de uma má-formação, ou de uma paralisia.
+Quando Florian percorria os quartos,
+todos os rostos iluminavam-se, e, somente os infelizes com hidrocefalia,
+com as cabeças pesadas demais para se voltarem à sua passagem, que não se alegravam visivelmente com sua presença.
 E o rei das crianças passava de um por um murmurando uma benção.
 Florian virou o papai Noel oficial de Brasília nos anos 70, tendo respondido a um anúncio.
 «Os colegas do trabalho me encorajaram; eles estavam certos de que eu seria escolhido.
@@ -696,38 +693,40 @@ Ele sempre se deslocava em helicóptero.
 Os guardas quase nos abateram, acreditando em um golpe de Estado ou um rapto.
 O piloto saiu gritando: Parem! É o papai Noel!
 O presidente botou imediatamente um outro helicóptero à nossa disposição.»
-No terma duma vida muita movimentada,
+Diante de uma vida muita movimentada,
 feita de aventuras, de violência, de arruaças, por vezes ensanguentadas, ele estava agora em um mundo de paz.
-O que emane desse homem, que,
+O que emanava desse velho, que,
 para chegar nesse idade, teve que, na ocasião,
-tirar mais rápido que seu frente a,
-é uma grande calma interior e uma doçura infinita.
-É um homem muito sensível,
-que tem facilmente lágrimas nos olhos,
-em presencia ou na evocação duma misera humana.
-Se precise
-uma prova suplementar dessa natureza fundamentalmente generosa de Florian, basta entrar na sua casa.
+atirar mais rápido que seu adversário,
+era uma grande calma interior e uma doçura infinita.
+Era um homem muito sensível,
+que tinha facilmente lágrimas nos olhos,
+na presença ou na evocação de uma miséria humana.
+Se fosse necessária
+uma prova suplementar dessa natureza fundamentalmente generosa de Florian,
+bastaria entrar na sua casa.
 Quem nós encontramos?
 Blanche Neige
-que mora ainda por alguns tempo com seus pais - Helvetia e Guillaume Tell, eles já saírem do ninho.
-Mas quem é essa pequena de treze anos,
-fazendo seus deveres, enquanto Dona Eva prepara o almoço no pátio?
-É Michela, a filha duma coitada muda que eles recolheram um dia de chove;
+que ainda morava por mais algum tempo com seus pais - Helvecia e Guilherme Tell já haviam saído do ninho.
+Mas quem era essa pequena de treze anos,
+fazendo seus deveres, enquanto Dona Eva preparava o almoço no pátio?
+Era Michela, a filha de uma pobre muda que eles acolheram em um dia de chuva;
 esta andava por aí, expulsa da casa dela, porque ela estava grávida.
 Ninguém a queria mais.
-Eles a guardaram, o bebe junto.
-Depois dois anos, a mãe saiu; ela passa de tempo em tempo.
-Claro que Michela ficou: «Eu a tive em meus braços desde o dia de seu nascimento, diz Florian, olhando-a gentilmente.
+Eles a abrigaram, juntamente com seu bebê.
+Depois de dois anos, a mãe partiu; ela aparecia de vez em quando.
+Claro que Michela ficou:
+«Eu a tive em meus braços desde o dia de seu nascimento, disse Florian, olhando-a gentilmente.
 Nós estamos responsáveis por ela até seus dezoito anos.»
-E esse pequeno toquinho de gente que trote felizmente e dá sempre pitaco na conversa?
-É Marieta.
-Sua mãe a abandou em uma vizinha para ir vender “seus charmes” na Serra Pelada, onde o trabalha não falta.
-«Mas essa vizinha trabalhava e não podia ocupar-se dessa pequeninha, explica Florian, com soluços na voz.
+E aquele pequeno toquinho de gente que trotava alegremente e dava sempre pitaco na conversa?
+Era Marieta.
+Sua mãe a abandou em uma vizinha para ir vender “seus charmes” na Serra Pelada, onde o trabalhou não faltava.
+«Mas essa vizinha trabalhava e não podia ocupar-se dessa pequeninha, explicou Florian, com soluços na voz.
 Ela ficava sozinha todo o dia e isso durou vários meses.
 Minha mulher teve pena dela e a pegou.
-Ela é com nos agora.
-Ela é bonitinha, não? Pobre menina!
-Florian sacude a cabeça olhando a pequena menina com sorriso deslumbrante:
+Ela está conosco agora.
+Ela é bonitinha, não? Pobre menina!»
+Florian sacodia a cabeça olhando a pequena menina com um sorriso deslumbrante:
 «É magnífico poder ocupar-se das crianças desse jeito.
 Mas quantos são eles a viver uma infância de tormentos e de miséria neste mundo?
 Isso me dá pena!